Oferta de ações da Equatorial Energia movimenta R$1,4 bi

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 20:24 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 7 Dez (Reuters) - A companhia elétrica Equatorial Energia movimentou 1,4 bilhão de reais em suas ofertas primária e secundária subsequentes de ações, de acordo com informações publicadas no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta sexta-feira.

O papel foi precificado a 16 reais, quase 5 por cento abaixo do preço de fechamento de quinta-feira, em uma operação coordenada pelo banco BTG Pactual.

A operação primária levantou 1,21 bilhão de reais, com a emissão de 75,6 milhões de ações, segundo a CVM. Já a oferta secundária levantou 210,5 milhões de reais, com 13,15 milhões de papéis.

A oferta primária ficou acima da previsão inicial da empresa, que previu em outubro levantar 1 bilhão de reais para capitalizar a endividada distribuidora paraense de energia Celpa e reforçar seu capital de giro.

A Equatorial selou a compra da Celpa no fim de setembro, promentendo aportar cerca de 800 milhões de reais na distribuidora.

A Celpa, por sua vez, busca fazer um aumento de capital de até 572 milhões de reais, com a emissão de 2,6 bilhões de ações, e marcou a assembleia geral para votar a proposta para 26 de dezembro. O preço por papel foi fixado em 0,22 real.

"O acionista controlador subscreverá, incialmente, a quantidade de ações equivalente à sua participação societária na companhia na data de deliberação do aumento do capital (correspondente a, aproximadamente, 350 milhões de reais)... e reserva-se o direito de, eventualmente, adquirir sobras de ações", afirmou a Celpa em convocação de acionistas para votar o aumento de capital.

A Equatorial adquiriu a distribuidora do Pará por 1 real, passando a deter cerca de 60 por cento do capital da Celpa.

(Por Sérgio Spagnuolo)