Invepar vê Cumbica com 65% de receitas não tarifárias em 2014

terça-feira, 11 de dezembro de 2012 10:38 BRST
 

SÃO PAULO, 11 Dez (Reuters) - O presidente da Invepar, Gustavo Rocha, afirmou nesta terça-feira que a empresa espera que o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, tenha 65 por cento de suas receitas sendo geradas por fontes além de tarifas em 2014.

"Em 2010 e 2011, o percentual de receitas não tarifarias de Guarulhos estava em 35 por cento. Nosso objetivo é mudar esse mix para próximo de 65 por cento (em 2014), o que estaria em linha com aeroportos internacionais", afirmou o executivo em evento em São Paulo.

Consórcio do grupo Invepar venceu em fevereiro a licitação para administrar o aeroporto de Guarulhos, um dos mais importantes do país. O executivo também informou que a Invepar ampliará a área de free shop e o estacionamento do aeroporto em 2013.

"Hoje já fizemos algumas melhorias. Ao longo de 2013 vamos ter outros ganhos. Vamos fazer aumento na área de free shop, e no início de abril vamos inaugurar novo estacionamento com novas 2.500 vagas", disse.

Ainda assim, ele ressaltou que a infraestrutura atual esta subdimensionada e que "não tem como fazer mágica no curto prazo".

(Por Roberta Vilas Boas)