Emprego na indústria volta a subir em outubro, com alta de 0,4%

terça-feira, 11 de dezembro de 2012 13:13 BRST
 

SÃO PAULO, 11 Dez (Reuters) - O emprego na indústria brasileira teve leva alta de 0,4 por cento em outubro sobre setembro, após duas quedas mensais seguidas, acompanhando a melhora da produção do setor, mas sem ainda mostrar uma recuperação, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira.

Na comparação com igual mês de 2011, o total de pessoal ocupado na indústria recuou 1,2 por cento em outubro, no 13o terceiro resultado negativo consecutivo nesse tipo de confronto, porém o menos intenso desde fevereiro, quando o emprego caiu 0,8 por cento.

"Os resultados positivos do mercado de trabalho refletem a melhora na produção industrial de junho para cá, em que há um maior dinamismo da produção. Isso tem uma relação direta", disse o economista do IBGE, André Macedo, à Reuters.

Mas embora o resultado da comparação mensal tenha sido o melhor desde fevereiro de 2011, Macedo não o considera como uma recuperação do emprego no setor, ao lembrar que houve queda nos dois meses anteriores.

Em setembro, o emprego industrial recuou de 0,3 por cento e em agosto, 0,1 por cento.

"O emprego interrompe duas quedas, mas não dá para chamar ainda de recuperação. As informações do quarto trimestre vão dar um sinal mais exato e correto da fotografia do mercado de trabalho. Se há uma melhora ou se foi um sinal isolado específico", completou o economista.

O avanço do emprego na indústria em outubro fica em linha com o crescimento de 0,9 por cento da produção industrial naquele mês, ainda que permaneçam sinais de que os investimentos não estão se recuperando.

Embora a indústria tenha registrado alta de 1,1 por cento no terceiro trimestre, beneficiada por medidas de estímulo do governo, ainda há dúvidas sobre se a recuperação do setor está em curso.

Desde o início do ano a indústria apresenta-se como uma das principais causas para a fraqueza da expansão econômica nacional, em meio à crise internacional.   Continuação...