Avon vai cortar 1,5 mil empregos no mundo

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 07:52 BRST
 

12 Dez (Reuters) - A Avon anunciou nesta quarta-feira que vai cortar cerca de 1,5 mil empregos globalmente e que vai sair dos mercados da Coreia do Sul e do Vietnã, como parte de um plano de recuperação anunciado em novembro.

No mês passado, a maior vendedora direta de cosméticos do mundo cortou seus dividendos em quase 74 por cento e anunciou medidas para reduzir centenas de milhões de dólares em custos nos próximos anos, conforme a companhia continua a enfrentar dificuldades em seus mercados principais.

A companhia estima que a última etapa de reestruturação vá custar entre 80 milhões e 90 milhões de dólares antes de impostos, dos quais entre 50 milhões de 60 milhões de dólares devem ser registrados no quarto trimestre de 2012.

Custos mais elevados de produtos, taxas de câmbio desfavoráveis e dificuldades em mercados como Brasil, Estados Unidos e Rússia continuaram a representar desafios para a Avon no terceiro trimestre, quando a empresa informou uma queda acentuada no lucro do período.