Credores da AMR preferem fusão firmada em ações com US Airways--fontes

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 10:19 BRST
 

NOVA YORK, 13 Dez (Reuters) - Credores da American Airlines querem que uma potencial fusão com a US Airways seja um acordo firmado totalmente em ações, em vez de um negócio pago parcialmente em dinheiro, disseram três fontes familiarizadas com o assunto, num movimento que reforça a confiança em uma companhia aérea resultante da fusão.

Os credores da AMR, controladora da American Airlines, querem capturar todas as vantagens de uma combinação se a companhia aérea escolher sair da concordata através de uma fusão com sua rival, disseram as fontes nesta semana.

Credores, em casos de concordata, costumam pedir parte de seus créditos em dinheiro, ao invés de ações de uma empresa reorganizada com valor comercial incerto.

A preferência dos credores da AMR por um acordo de ações pode ser visto como um voto de confiança na possível fusão e na receita e benefícios financeiros de um negócio que criaria uma das maiores linhas aéreas do mundo.

As negociações entre a US Airways, AMR e seus credores sobre a fusão estão em um estágio avançado, com a decisão prevista para janeiro, disseram as fontes.

(Por Soyoung Kim)