Vinci faz maior oferta por operador de aeroportos ANA--fontes

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 17:55 BRST
 

Por Sophie Sassard

LONDRES, 17 Dez (Reuters) - A francesa Vinci fez uma oferta de 3 bilhões de euros (3,95 bilhões de dólares) pelo controle da operadora portuguesa de aeroportos ANA, a maior oferta entre os quatro grupos que competem no leilão de privatização, disseram fontes familiares com a transação.

Portugal deve escolher o novo proprietário até o fim deste ano, com o preço sendo o principal critério, disseram as fontes nesta segunda-feira.

Os outros ofertantes finais eram a alemã Fraport, a operadora suíça de aeroportos Flughagen Zurich, consórcio no qual também participa a brasileira CCR, e a argentina Corporacion America.

Um porta-voz da empresa de construção francesa Vinci confirmou que a empresa fez uma oferta pela ANA, mas não quis informar o preço.

A oferta da Vinci ficou acima de previsões anteriores, que estimavam substanciais 2,6 bilhões de euros.

A disputa envolve o controle de uma rede de aeroportos, incluindo os de grandes cidades portuguesas como Lisboa e Porto, além de Algarve, Alentejo e o arquipélago de Açores.

(Reportagem adicional de Elena Berton)