Biosev vende ativo no interior paulista à São Martinho por R$200 mi

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 20:35 BRST
 

SÃO PAULO, 17 Dez (Reuters) - A Biosev, divisão de energia da Louis Dreyfus Commodities no Brasil, assinou acordo para venda de sua Usina São Carlos, em Jaboticabal, interior paulista, para a São Martinho, por 200 milhões de reais, informou a companhia nesta segunda-feira.

A operação inclui a venda da usina e ativos agrícolas, a área com cana no entorno da unidade, para a São Martinho.

O acordo prevê ainda o fornecimento de 1 milhão de toneladas de cana da São Martinho para a Biosev no primeiro ano da operação.

"É uma operação importante e peculiar. O objetivo da venda é melhorar a eficiência agroindustrial dos ativos que não estavam alinhados com a nossa estratégia, de manter grandes usinas", disse Christophe Akli, presidente da Biosev.

A Biosev é a segunda maior processadora individual de cana do mundo, atrás da Raízen, com capacidade anual de moagem de 40 milhões de toneladas.

A operação ainda depende de aprovação do órgão antitruste, o Cade, para ser concluída.

A unidade vendida para a São Martinho tem capacidade de moagem de 1,85 milhão de toneladas ao ano, contra a média de 3,5 milhões de toneladas das demais usinas da Biosev.

Segundo o executivo, a venda destes ativos é parte da estratégia da companhia, que busca operar com usinas de maior capacidade.

"Esta usina (São Carlos) estava presa entre três grandes concorrentes... Era um ativo com pouca chance de crescer", disse o executivo.   Continuação...