Bradesco BBI lidera originação em renda fixa até novembro

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012 14:27 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Bradesco BBI, braço de banco de investimento do Bradesco, manteve a liderança no ranking de originação de emissões de renda fixa no Brasil em 2012, ao coordenar 22,3 bilhões de reais no acumulado até novembro, segundo a Anbima.

O mercado total, que movimentou 93,4 bilhões de reais de janeiro a novembro, teve na vice-liderança o Itaú BBA, do Itaú Unibanco, com 21,7 bilhões de reais, seguido pelo Banco do Brasil, com giro de 17,4 bilhões de reais.

Em número de transações, o Itaú BBA foi primeiro, com 103 transações, seguido pelo Bradesco BBI (93) e pelo BB (67). Segundo a Anbima, o mercado como um todo teve 317 emissões.

O BBA também foi líder em distribuição, com 12,55 bilhões de reais no acumulado do ano até novembro, seguido pelo BTG Pactual, com 5,95 bilhões de reais, e pelo BBI, com 5,04 bilhões de reais.

RENDA VARIÁVEL

O mercado de renda variável, que movimentou apenas 9,76 bilhões de reais nos primeiros onze meses de 2012, teve o BTG em primeiro, com 1,47 bilhão de reais, no ranking de originação. BB e BofA Merrill Lynch ficaram em segundo e terceiro, com 1,35 bilhão de reais e 1,23 bilhão de reais, respectivamente.

O BTG, do bilionário André Esteves, foi líder também em distribuição, com 2,8 bilhões de reais. O BofA veio atrás, com 1,173 bilhão de reais, seguido pelo BB, com 1,172 bilhão de reais.

Nas captações internacionais de recursos, incluindo operações corporativas e de governo, o BB ficou na ponta, com 26,1 bilhões de dólares. O JPMorgan, segundo, coordenou 25,96 bilhões de dólares em emissões no exterior. Em terceiro ficou o Citi, com 22,49 bilhões de dólares.

(Por Aluisio Alves)