Bolsas da Ásia recuam com impasse em negociações nos EUA

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 08:40 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia recuaram nesta quinta-feira e os preços de commodities caíram pressionados pelo impasse nas negociações sobre o "abismo fiscal" dos Estados Unidos, que ameaça a maior economia do mundo.

O iene se posicionou firme contra o dólar e o euro em meio a uma reação automática à esperada decisão do Banco do Japão de afrouxar a política monetária ao anunciar aumento no programa de compras de ativos em meio à pressão do próximo premiê, Shinzo Abe.

Investidores se mostraram cautelosos sobre ativos de risco em geral, o que atingiu commodities e moedas ligadas a commodities.

O índice que reúne mercados acionários da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão exibia valorização de 0,02 por cento às 7h40 (horário de Brasília), mas se manteve próximo do maior nível atingido em 17 meses, acompanhando recuo de ações globais que deixaram as máximas em 17 meses na quarta-feira por conta das preocupações orçamentárias nos EUA.

A bolsa de Tóquio fechou em queda de 1,19 por cento, a 10.039 pontos. Enquanto isso, o mercado em Hong Kong subiu 0,16 por cento e a Sydney teve valorização de 0,35 por cento.

Em Seul, a bolsa teve ganho de 0,32 por cento, Taiwan teve perda de 1,07 por cento, enquanto Xangai subiu 0,28 por cento.

O conflito sobre o abismo fiscal norte-americano cresceu na quarta-feira e pode ficar mais intenso nesta quinta-feira, quando o assunto deve passar ao plenário da Câmara dos Representantes pela primeira vez.

"Se esta discussão continuar como hoje (quarta-feira), pode esperar por mais vendas já que a desesperança vai começar a atingir investidores de todas as classes de ativos", disse Neal Gilbert, estrategista de mercado da GFT Forex, em relatório a clientes.