Preocupações com orçamento nos EUA pesam sobre ações europeias

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 15:14 BRST
 

LONDRES, 27 Dez (Reuters) - Novas preocupações de que os Estados Unidos podem não conseguir chegar a um acordo para evitar as medidas fiscais que afetariam o crescimento pesaram sobre as ações europeias na quinta-feira, levando o principal índice a retroceder de suas máximas.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou com variação negativa de 0,04 por cento, a 1.137,30 pontos, embora o índice Euro STOXX 50 de blue chips da zona do euro tenha subido 0,43 por cento, para 2659.95 pontos.

Operadores continuam focados nos avanços realizados por políticos norte-americanos para evitar o "abismo fiscal" --uma combinação de cortes de gastos do governo e aumentos tributários que entrarão em vigor no início do próximo ano, o que pode afetar a economia dos EUA.

O FTSEurofirst 300 recuou de uma máxima intradia de 1.141,79 pontos após o líder da maioria no Senado, Harry Reid, ter alertado que o país pode ir à beira do "abismo", embora a maioria dos traders ainda acreditem que um acordo será alcançado.

"Os clientes estão um pouco nervosos. A expectativa geral é de que quando a pressão se tornar muito forte, eles chegarão a um acordo", disse o chefe de negociações no City Index, Giles Watts.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou estável, a 5.954,30 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,26 por cento, para 7.655,88 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,59 por cento, para 3.674,26 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,46 por cento, para 16.408,28 pontos.   Continuação...