Obama pede que Câmara dos EUA aprove acordo fiscal "sem atraso"

terça-feira, 1 de janeiro de 2013 11:54 BRST
 

WASHINGTON, 1 Jan (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta terça-feira que a Câmara dos Deputados do país siga a liderança do Senado e aprove um acordo sobre o "abismo fiscal", a fim de estender os cortes de impostos para a classe-média e elevar as taxas sobre os mais ricos.

"Embora nem democratas nem republicanos tenham conseguido tudo o que queriam, este acordo é a coisa certa a se fazer para nosso país e a Câmara deve aprová-lo sem atraso", disse Obama em uma comunicado após o Senado ter aprovado a legislação por ampla maioria.

"Há mais trabalho a se fazer para reduzir nossos déficits, e estou disposto a fazê-lo. Mas o acordo desta noite nos garante que, ao ir para frente, vamos continuar a reduzir o déficit através de uma combinação de novos cortes de gastos e novas receitas dos norte-americanos mais ricos", disse Obama.

(Por Jeff Mason)