Dados fracos de empréstimos destacam temores sobre zona do euro

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 10:30 BRST
 

FRANKFURT, 3 Jan (Reuters) - Empréstimos para companhias na zona do euro ampliaram sua queda em novembro, destacando a fraqueza do bloco econômico e aumentando a pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE) para cortar ainda mais as taxas de juros.

No ano, os empréstimos ao setor privado caíram 0,8 por cento em novembro -- a mesma queda vista um mês antes. A desagregação dos dados divulgados pelo BCE na quinta-feira mostrou uma queda no crédito ao consumo e nos empréstimos para empresas.

"Em parte, a fraqueza nos empréstimos, sem dúvida, decorre da baixa demanda do setor privado não financeiro", disse o economista Howard Archer, da Global Insight.

A divulgação dos dados de oferta monetária reforçou um quadro sombrio da economia dos 17 países da zona do euro, onde uma desaceleração na atividade industrial aprofundou-se em dezembro. O desemprego na Alemanha também subiu pelo nono mês consecutivo em dezembro.

As próprias previsões do BCE sugerem que a economia na zona do euro vai encolher 0,3 por cento neste ano, e os formuladores de políticas bancárias discutiram cortar as taxas de juros no mês passado antes de optar por mantê-las em uma baixa recorde de 0,75 por cento.

Os dados mostraram que o crédito ao consumidor caiu 3,1 por cento no ano em novembro, menos que a queda de 2,9 por cento registrada um mês antes. Empréstimos para corporações não financeiras caíram 1,4 por cento, após uma queda de 1,5 por cento em outubro.

(Por Paul Carrel, Eva Kuehnen e Sakari Suoninen)