Crescimento do emprego nos EUA tem queda pequena em dezembro

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013 15:22 BRST
 

Por Jason Lange

WASHINGTON, 4 Jan (Reuters) - Os empregadores dos Estados Unidos mantiveram o ritmo de contratação praticamente estável em dezembro, ficando aquém dos níveis necessários para reduzir a taxa de desemprego do país, indicando também um crescimento econômico sem brilho em 2013.

Outros dados divulgados nesta sexta-feira deram sinais mais fortes de crescimento, com a atividade do setor de serviços dos EUA expandindo no ritmo mais rápido em 10 meses.

A folha de pagamento fora do setor agrícola aumentou em 155 mil no mês passado, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira. O dado ficou em linha com as expectativas de economistas e ligeiramente abaixo do ganho revisado de 161 mil registrado em novembro.

A taxa de desemprego ficou estável a 7,8 por cento em dezembro. O relatório reforça as expectativas de crescimento econômico de 2 por cento neste ano, o que não deve reduzir rapidamente a taxa de desemprego.

Isso também não deve fazer o Federal Reserve, banco central norte-americano, reavaliar em breve suas políticas de afrouxamento, apesar do crescente desconforto de algumas autoridades sobre o programa de compra de títulos.

"A economia dos EUA está crescendo sem brilho", disse o diretor da Navigate Advisors, Tom di Galoma.

O Departamento do Trabalho elevou sua estimativa para taxa de desemprego em novembro de 7,7 para 7,8 por cento, citando uma leve mudança nas movimentações sazonais do mercado de trabalho.

A maioria dos economistas estima que o crescimento da economia dos EUA será contido por aumentos tributários neste ano assim como pela fraqueza dos gastos das famílias e empresas, que ainda tentam reduzir seu fardo de dívida.   Continuação...