Dólar fecha quase estável com cautela após ata do Fed

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013 18:26 BRST
 

Por Danielle Fonseca

SÃO PAULO, 4 Jan (Reuters) - O dólar fechou praticamente estável ante o real nesta sexta-feira, com o mercado mostrando cautela diante das dúvidas sobre a continuidade do mais recente programa de estímulo do banco central dos Estados Unidos.

Por outro lado, a maior entrada de divisa estrangeira no país neste início de ano, depois do período de maior escassez visto no fim de 2012 e das medidas cambiais adotadas pelo governo, segurou o movimento de alta do dólar.

A moeda norte-americana encerrou com leve alta de 0,03 por cento, cotada a 2,0358 reais na venda. Durante o dia, a moeda oscilou entre a máxima de 2,0507 reais, logo na abertura da sessão, e a mínima de 2,0338 reais durante a tarde. Na semana, a divisa acumulou perdas de 0,44 por cento frente ao real.

Segundo dados da BM&F, o volume negociado foi de 1,904 bilhão de dólares.

"O mercado acreditou que o Fed poderia acabar com o quantitative easing (rodada de compra de ativos) e isso tende a valorizar o dólar, a lógica seria essa. No entanto, o mercado brasileiro está sob um forte intervenção cambial", disse o economista-chefe da CM Capital Markets, Darwin Dib.

O sentimento dos investidores foi abalado no final da tarde de quinta-feira depois que a ata da última reunião do Federal Reserve, banco central norte-americano, mostrou que membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) consideraram apropriado reduzir ou interromper o programa de compra de ativos bem antes do fim de 2013.

Uma interrupção da compra de ativos pelo Fed reduziria a liquidez nos mercados, estimulando, consequentemente, a alta do dólar.

Dados de emprego dos Estados Unidos divulgados nesta sexta-feira chegaram a diminuir um pouco as preocupações do mercado e a busca por dólares, mas não o suficiente para que a moeda norte-americana caísse em relação ao real.   Continuação...