Argentina muda imposto para elevar investimentos em petróleo

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013 13:58 BRST
 

BUENOS AIRES, 7 Jan (Reuters) - A Argentina estabeleceu nesta segunda-feira um novo plano de impostos para as exportações de petróleo, uma mudança que aumenta a renda das empresas petrolíferas e tem como objetivo elevar os investimentos no setor.

As empresas vão receber a partir da terça-feira 70 dólares por barril de petróleo exportado, ante os atuais 42 dólares, segundo a regra publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial.

As exportações de petróleo são reguladas na Argentina, porque o governo procura garantir o abastecimento interno desde 1998, com o contínuo declínio da produção.

Até agora, o Estado retinha a diferença entre o valor efetivamente pago pelo petróleo exportado e os 42 dólares que as empresas recebiam pelo óleo.

Mas a partir de agora a Receita só receberá a diferença entre o preço internacional e 70 dólares por barril, quando o preço internacional ultrapassar os 80 dólares por barril.

Desde a nacionalização da YPF, em maio ano passado, o governo tenta reverter o declínio na produção de petróleo que leva o governo a pagar os milhões em importações.

 
Técnico segura parte de uma broca perto de plataforma de perfuração de petróleo e gás na provincial de Neuquen, na Patagônia, em outubro de 2011. A Argentina estabeleceu um novo plano de impostos para as exportações de petróleo, uma mudança que aumenta a renda das empresas petrolíferas e tem como objetivo elevar os investimentos no setor. 14/10/2011 REUTERS/Enrique Marcarian