Nova tarifa da Air France busca passageiros com pouca bagagem

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013 16:07 BRST
 

PARIS, 7 Jan (Reuters) - A Air France vai cobrar tarifas menores de passageiros que viajam com pouca bagagem, buscando reavivar as deficitárias rotas curtas e médias e enfrentando empresas de baixo custo e os trens de alta velocidade da França.

A empresa francesa disse nesta segunda-feira que as "MiNi" tarifas de um trecho teriam o valor mínimo de 49 euros (64 dólares), incluindo impostos, para 40 por cento das pessoas que viajarem sem despachar bagagem, cerca de 20 euros a menos do que a menor tarifa atual.

Os clientes MiNi não ganharão pontos de fidelização, mas terão os mesmos serviços de bordo do que os passageiros com passagens convencionais.

A Air France-KLM caiu para segundo lugar entre as empresas aéreas europeias, para atrás da alemã Lufthansa, na maioria das métricas, e analistas pediram que a empresa se focasse no plano de corte de custos e na melhora das operações.

A empresa disse que iria oferecer um milhão de passagens neste ano com o preço menor, em 58 rotas, incluindo no serviço doméstico. As vendas começaram nesta segunda-feira, para voos a partir de 6 de fevereiro.

(Por Cyril Altmeyer e Tim Hepher)