8 de Janeiro de 2013 / às 19:43 / em 5 anos

ENTREVISTA-Moagem de cana do CS crescerá para até 590 mi t em 13/14--Datagro

Por Fabíola Gomes

SÃO PAULO, 8 Jan (Reuters) - A moagem de cana-de-açúcar no centro-sul do Brasil é prevista entre 580 milhões a 590 milhões de toneladas no ciclo 2013/14, contra as 535,7 milhões de toneladas da última temporada, apontou a Datagro nesta terça-feira.

O presidente da consultoria, Plinio Nastari, disse que este crescimento acontece sobretudo pela "reforma de canaviais acima da média e um pouquinho de expansão (de área)".

O acompanhamento da Datagro indica que a taxa de reforma de canaviais ficou em torno de 20,5 por cento na região centro-sul, que responde por mais de 90 por cento da produção nacional, contra os tradicionais 18 por cento.

A safra 2013/14 tem início oficialmente em abril.

Para a exportação de etanol, a consultoria aponta os embarques brasileiros do combustível em 4,1 bilhões de litros em 2013/14, versus 3,03 bilhões de litros do estimados no ciclo 2012/13.

Segundo Nastari, o incremento das vendas externas do etanol será puxado pela demanda norte-americana, que desde o ano passado abriu seu mercado ao produto brasileiro e vem pagando um prêmio para o produto brasileiro.

A Datagro ainda não divulgou suas estimativas para a produção de açúcar e etanol em 2013/14, mas já trabalha com a perspectiva de oferta maior dos produtos na temporada.

A previsão da Datagro está em linha com estimativa da consultoria Safras & Mercado divulgada na segunda-feira, que aponta moagem na nova temporada em 600 milhões de toneladas e incremento na produção de etanol.

DESENVOLVIMENTO

O presidente da Datagro afirmou que o acompanhamento semanal da consultoria mostra que os canaviais do centro-sul estão se desenvolvendo de forma adequada.

"Os canaviais estão com uma qualidade de tratos culturais muito bem conduzidos, de forma geral, pelos produtores, o que deve trazer uma qualidade de matéria-prima bastante satisfatória para a safra 2013/14", disse Nastari.

O especialista observou que em dezembro a região teve clima mais seco, com precipitações abaixo da média histórica, mas ponderou que a retenção de umidade no solo se mantém em níveis adequados para o desenvolvimento da safra.

MISTURA

A consultoria trabalha com dois cenários para a temporada 2013/14: um em que o governo corrige o percentual de mistura de anidro na gasolina para 25 por cento a partir de 1o de junho; e o outro em que ele não altera a mistura.

O percentual de anidro misturado à gasolina foi rebaixado a 20 por cento em meados do segundo semestre de 2011 pelo governo.

Segundo Nastari, no cenário em que o governo corrige o percentual de mistura, a produção de anidro na região centro-sul cresceria em 2,9 bilhões de litros. Mas se o governo não corrigir, esta produção de anidro aumentaria em 1 bilhão de litros.

Ele ressalta que a produção de açúcar deve crescer nos dois cenários.

CENÁRIO MUNDIAL

O executivo pondera que o mercado de açúcar segue pressionado por um superávit de oferta, que deve se repetir pelo terceiro ano consecutivo.

A estimativa da Datagro, baseada em avaliação mensal considerando a oferta de 120 países, é de um superávit de 10,27 milhões de toneladas na oferta global de açúcar em 2013/14, contra 8,92 milhões de toneladas do ciclo anterior.

A estimativa contempla a safra mundial, cujo ciclo começa em 1o de outubro e termina em 30 de setembro.

Em 2009/10, havia um déficit de 3,77 milhões de toneladas na oferta global de açúcar, que no ciclo seguinte (11/12) reverteu para um superávit de 3,81 milhões de toneladas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below