Índices dos EUA recuam antecipando início da temporada de balanços

terça-feira, 8 de janeiro de 2013 20:12 BRST
 

Por Gabriel Debenedetti

NOVA YORK, 8 Jan (Reuters) - As bolsas norte-americanas fecharam em queda nesta terça-feira, recuando do rali da semana passada motivado pelo acordo em Washington contra o abismo fiscal, enquanto as empresas começam a divulgar seus resultados do quarto trimestre.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, caiu 0,41 por cento, a 13.328 pontos. O índice Standard & Poor's 500 perdeu 0,32 por cento, para 1.457 pontos, enquanto o termômetro de tecnologia Nasdaq recuou 0,23 por cento, para 3.091 pontos.

Depois de um salto de 4,3 por cento nas duas sessões próximas do fechamento do acordo nas negociações para resolver o abismo fiscal, o S&P 500 caiu um pouco, com investidores descobrindo poucos elementos catalisadores para dar continuidade ao rali que levou o índice a suas máximas em cinco anos.

"Nós tivemos uma breve pausa como cortesia pelo que aconteceu no acordo sobre o abismo fiscal e com o virar do calendário com novo dinheiro entrando no mercado", avaliou o vice-presidente sênior do BB&T Wealth Management em Birmingham, Alabama, Bucky Hellwig.

Os papéis da AT&T caíram 1,7 por cento, para 34,35 dólares, representando uma das maiores perdas no S&P 500, após a companhia afirmar que vendeu mais de 10 milhões de smartphones no trimestre.

Esse número superou o registrado no mesmo trimestre de 2011, mas também sugere maiores gastos para a empresa de serviços de wireless. Empresas como a AT&T pagam subsídios pesados para fabricantes de aparelhos para que possam oferecer descontos a clientes que se comprometem com contratos de dois anos.

A expectativa é de que os lucros no quarto trimestre superem os fracos resultados vistos no período anterior, mas as atuais estimativas de analistas estão bem abaixo daquelas feitas em outubro. A previsão é de que os lucros trimestrais cresçam 2,7 por cento, de acordo com dados da Thomson Reuters.

Componente do Dow Jones, a Alcoa, maior produtora de alumínio dos Estados Unidos, anunciou seus resultados após o fechamento dos mercados. A companhia divulgou lucro líquido de 242 milhões de dólares, ou 0,21 dólar por ação, ante um prejuízo de 191 milhões de dólares, ou 0,18 dólar por ação, no mesmo período do ano anterior.

"A realidade de incerteza com relação aos balanços mais as negociações sobre o teto de endividamento dos EUA estão aí, e não dão a investidores muita razão para fazer apostas de longo prazo", completou Hellwig.

Com a queda nos papéis da AT&T, o índice de serviços de telecomunicações do S&P teve a pior perfomance entre os 10 setores principais, com queda de 2,69 por cento.