BCE mantém taxas para avaliar crescimento e riscos de inflação

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 11:12 BRST
 

FRANKFURT, 10 Jan (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) manteve sua taxa de juros na mínima recorde de 0,75 por cento nesta quinta-feira, adiando novas medidas de afrouxamento monetário enquanto avalia o panorama econômico e aguarda um gatilho para usar seu novo programa de compra de títulos.

O BCE quer transmitir suas taxas de juros baixas para todos os cantos da zona do euro --onde as taxas de juros do mercado variam bastante --e busca fazer isso reduzindo os redimentos de títulos soberanos com seu novo programa de compra de títulos.

Mas não pode usar o plano para comprar os títulos da Espanha --primeiro na fila por apoio-- até que Madri peça um resgate, condição para o BCE intervir com o novo programa, chamado de Transações Monetárias Diretas (OMT, na sigla em inglês).

O BCE manteve sua principal taxa de juros pelo sexto mês seguido. Também deixou a taxa de depósito em 0 por cento e a de empréstimo, em 1,5 por cento.

(Reportagem de Sakari Suoninen)