Sprint não acha necessário aumentar oferta pela Clearwire--fontes

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 12:44 BRST
 

NOVA YORK, 10 Jan (Reuters) - A Sprint Nextel não está sob pressão para aumentar a oferta de 2 bilhões de dólares pela Clearwire Corp e superar a proposta maior feita pela Dish Network já que possui cartas na manga que pode usar para impedir a aquisição pela rival, disseram três fontes próximas à questão.

A Clearwire, que possui frequência móvel valiosa que a Dish, Sprint e o comprador japonês da Sprint, o Softbank visam tanto, deve considerar a proposta da Dish de 3,30 dólares por ação que supera a de 2,97 dólares da Sprint.

A oferta da companhia de TV via satélite Dish pela companhia iniciou uma especulação sobre uma guerra de ofertas ou, ao menos, uma pequena melhora da oferta da Sprint, com as ações da Clearwire fechando em alta de 7,2 por cento na quarta-feira, cotadas a 3,13 dólares.

Mas a Sprint, a terceira maior operadora sem fio dos Estados Unidos e maior acionista da Clearwire, com um pouco mais que 50 por cento, pensa que a situação não vai chegar a tanto, de acordo com as fontes, que falaram sob condição de anonimato, já que as discussões não são públicas.

A Sprint não quis comentar o assunto. O Softbank, que espera por uma aprovação regulatória para seu acordo de 20 bilhões de dólares para comprar uma fatia de 70 por cento da Sprint, se recusou a comentar a oferta da Dish.

(Por Nadia Damouni)