Lucro do Wells Fargo sobe 24% no 4o trimestre

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 13:21 BRST
 

11 Jan (Reuters) - O Wells Fargo disse nesta sexta-feira que seu lucro do quarto trimestre subiu 24 por cento, para uma máxima recorde, enquanto o banco reserva menos dinheiro para cobrir empréstimos inadimplentes e criou novas taxas para hipotecas.

Mas a margem de juros líquida do banco caiu e a instituição fez menos empréstimos hipotecários que no terceiro trimestre.

O Wells Fargo, o quarto maior banco dos Estados Unidos e maior credor hipotecário do país, disse que as taxas de hipotecas subiram quase 30 por cento na comparação anual, para 3,1 bilhões de dólares, na medida em que os proprietários continuam a refinanciar suas casas à juros menores. O banco emitiu 125 bilhões de dólares em hipotecas durante o quarto trimestre, menos que os 139 bilhões emitidos no terceiro trimestre.

Em um sinal de que o boom de refinanciamento hipotecário pode estar desacelerando, a linha de empréstimos desse tipo em aberto do banco foi de 81 bilhões de dólares no final do quarto trimestre, menos que os 97 bilhões de dólares registrados no terceiro trimestre.

A provisão do Wells Fargo para perdas com crédito caíram para 1,8 bilhão de dólares dos cerca de 2 bilhões de dólares na comparação anual, enquanto mutuários mantiveram seus pagamentos em dia.

O lucro líquido foi de 5,1 bilhões de dólares, ou de 0,91 dólar por ação, ante 4,1 bilhões de dólares, ou 0,73 dólar por ação, do mesmo período no ano anterior.

Analistas previam, em média, um lucro de 0,88 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S. Não ficou imediatamente claro se os resultados são comparáveis.

(Por Rick Rothacker)