Avanço da inflação chinesa faz Ibovespa fechar semana em queda

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 18:18 BRST
 

Por Danielle Assalve

SÃO PAULO, 11 Jan (Reuters) - A Bovespa encerrou esta sexta-feira em queda, com investidores mais cautelosos após um avanço inesperado da inflação na China, que derrubou preços globais de commodities e pressionou as ações da mineradora Vale e de siderúrgicas.

O Ibovespa perdeu 0,29 por cento, a 61.497 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 8,26 bilhões de reais. Com isso, o índice acumulou queda de 1,64 por cento na semana, mas ainda sustentando alta de 1,6 por cento no ano.

Para o estrategista Carlos Manuel Pereira Sousa, da Lopes Filho e Associados, o mercado deve seguir instável em janeiro e fevereiro, até que a questão do limite da dívida norte-americana seja resolvida.

"Mas se resolveram o problema nos Estados Unidos, depois de março a bolsa pode dar uma boa esticada", afirmou.

Nesta sessão, o avanço da inflação ao consumidor na China para o maior nível em sete meses preocupou investidores, ao reduzir o espaço para estímulos econômicos adicionais no principal parceiro comercial do Brasil.

A notícia pesou nas commodities e arrastou para baixo as ações da mineradora Vale, com a preferencial perdendo 2,56 por cento e a ordinária recuando 2,06 por cento.

Siderúrgicas também figuraram entre as principais influências negativas para o Ibovespa, com destaque para a preferencial da Gerdau, que caiu 1,2 por cento.

Dentre as petrolíferas, OGX subiu 3,6 por cento, a 5,17 reais, e a preferencial da Petrobras teve alta de 0,25 por cento, a 19,88 reais --apesar da queda dos preços do petróleo.   Continuação...