Volkswagen diz não ter sido notificada de decisão sobre recall no RS

sábado, 12 de janeiro de 2013 16:54 BRST
 

12 Jan (Reuters) - A montadora Volkswagen no Brasil informou neste sábado não ter sido notificada oficialmente da decisão da justiça do Rio Grande do Sul que determinou um recall dos modelos Fox, Voyage e Novo Gol do ano 2009/2010 para verificar a ocorrência de desgaste prematuro dos motores desses veículos.

A juíza Carla Patrícia Boschetti Marcon Della Giustina expediu a decisão na última segunda-feira, e acrescentou que, em caso positivo, as peças deverão ser substituídas pela fábrica, segundo nota no site do Tribunal de Justiça do Estado.

A Volkswagen disse que a decisão "surpreendeu" pelo "assunto não envolver questão ligada à segurança".

"A Volkswagen do Brasil esclarece que não foi notificada oficialmente da decisão judicial. A empresa, em 2009, constatou o inconveniente, que não representava nenhum risco à integridade física e a segurança do consumidor", informou a montadora em comunicado.

Segundo a empresa, foi realizada uma campanha à época do descobrimento do problema nas autorizadas da marca, em acordo firmado com o Ministério Público de diversos Estados, à exceção do Rio Grande do Sul.

O Ministério Público gaúcho informou em seu site que mais de 400 mil veículos poderão ter seus motores trocados.

Em caso de descumprimento estão previstas multas diárias de 10 mil reais para a publicação de informativo nos jornais de maior circulação em cada Estado do país e 20 mil reais para substituição do motor ou seus componentes na hipótese de ruídos, até o valor máximo de 2 milhões de reais.