Arábia Saudita diz que corte no petróleo não foi para elevar preço

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 11:17 BRST
 

DUBAI, 14 Jan (Reuters) - A Arábia Saudita, maior país exportador de petróleo, cortou sua produção em dezembro devido a uma redução sazonal na demanda, disse um assessor do Ministério de Petróleo a uma agência de notícias estatal nesta segunda-feira, rejeitando notícias na imprensa de que o corte teria o objetivo de elevar preços.

"Algumas reportagens que continham interpretações erradas dos dados de produção da Arábia Saudita em dezembro, que acusavam os sauditas de deliberadamente puxar os preços do petróleo a níveis mais altos, e essas reportagens são completamente erradas", disse Ibrahim al-Muhanna em uma nota para a agência SPA.

A Arábia Saudita reduziu a sua produção de petróleo em cerca de 700 mil barris por dia nos últimos dois meses de 2012, com a produção em dezembro fechando em aproximadamente 9 milhões de barris por dia.

"A produção da Arábia Saudita flutua mês a mês e depende de uma série de fatores domésticos, regionais e internacionais. Neste momento, a produção é impulsionada por pedidos dos consumidores, não pelos níveis de preço. É o mercado que estabelece o preço do petróleo", disse Muhanna.

"Estamos otimistas de que as incertezas econômicas vão passar e que o crescimento será retomado em 203. A Arábia Saudita se mantém pronta para responder a estas mudanças, e mais uma vez vai atender às demandas de todos seus consumidores."

(Reportagem de Amena Bakr)