GM deve ter mais 400 representantes comerciais na China em 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 18:59 BRST
 

DETROIT, 14 Jan (Reuters) - A General Motors vai adicionar 400 representantes autorizados na China este ano, enquanto procura crescer mais rápido do que a indústria automotiva chinesa, que tem expectativas de avançar 8 por cento em 2013, disse um alto executivo da montadora no país asiático nesta segunda-feira.

A GM vai impulsionar o número total de suas concessionárias na China em todas as suas marcas para 4.200 locais este ano, ante 3.800 ao final de 2012, disse a repórteres o presidente da GM China, Bob Socia, na Detroit auto show. As marcas vendidas pela GM e suas joint ventures na China incluem os modelos Buick, Chevrolet, Cadillac, Opel, Baojun e Wuling.

As vendas de carros de passageiros e veículos comerciais na China devem crescer entre 5 a 8 por cento este ano, atingindo 21 milhões de veículos em 2013, disse Socia. Isso ficaria acima dos 19,4 milhões em 2012. Ele disse também que o mercado automotivo chinês poderia atingir 30 milhões de veículos até 2020.

Socia disse ainda que a GM quer crescer mais rápido do que o mercado este ano, e que as exportações da GM e suas joint ventures devem atingir 100 mil ou mais veículos em 2013, ante 77 mil no ano passado e 3 mil em 2009.

A GM e suas joint ventures chinesas venderam cerca de 2,84 milhões de carros e caminhões no ano passado, 11,3 por cento acima de 2011.

(Por Ben Klayman em Detroit)