Randon prevê receita líquida 17% maior em 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 19:14 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 14 Jan (Reuters) - A Randon prevê um avanço de 17 por cento em sua receita líquida consolidada em 2013, quando espera exportações pouco maiores, mas vai desacelerar bruscamente seus investimentos neste ano.

Nesta segunda-feira, a empresa de implementos e serviços logísticos anunciou que deve fechar 2013 com uma receita líquida consolidada de 4,1 bilhões de reais.

A companhia ainda não divulgou o balanço do fechado de 2012, mas, segundo informações em seu website, tem uma meta de encerrar o ano com receita líquida de 3,5 bilhões de reais --a receita líquida consolidada nos nove primeiros meses do ano passado totalizou 2,5 bilhões de reais.

Os resultados do quarto trimestre e fechado do ano estão previstos para sair no fim de fevereiro.

Este crescimento na receita líquida da companhia em 2013 significaria uma sensível melhora em seus resultados, considerando que a empresa deve fechar 2012, caso o guidance seja realizado, com queda de 16,6 por cento ante 2011, quando foi de 4,2 bilhões de reais.

Mas os investimentos da companhia devem despencar mais de 40 por cento em 2013. Neste ano devem ser investidos 130 milhões de reais, frente à previsão de 230 milhões no ano passado.

A receita bruta total também deve avançar, dos esperados 5,1 bilhões em 2012 para 6 bilhões de reais.

A empresa também prevê alcançar 300 milhões de dólares em exportações neste ano, e que suas receitas geradas no exterior sejam de 92 milhões de dólares. As importações devem somar 120 milhões de dólares.

"Tais indicadores são validados no processo de planejamento estratégico da Randon e respaldados pela avaliação do cenário macroeconômico doméstico e dos países com os quais ela mantém relações comerciais, bem como, indicadores setoriais, da indústria automotiva, e comportamento de mercado nos segmentos de atuação", explicou a Randon em nota, sem detalhar quais são suas estimativas para a economia.   Continuação...