BC de Portugal vê recessão mais profunda em 2013

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 12:45 BRST
 

LISBOA, 15 Jan (Reuters) - O Banco de Portugal, banco central do país, reduziu sua perspectiva econômica para o país nesta terça-feira, estimando uma queda na atividade de 1,9 por cento em 2013, uma vez que o crescimento global mais fraco afeta a demanda por exportações e o consumo doméstico recua.

A estimativa no boletim econômico do BC português foi reduzida ante a perspectiva anterior de contração de 1,6 por cento no Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Já a previsão do governo é de um recuo de 1 por cento da economia em 2013.

O BC disse que o PIB deve se recuperar e registrar crescimento de 1,3 por cento em 2014, mas isso depende de mais medidas de austeridade serem lançadas sob os termos do acordo com o resgate de Portugal por União Europeia e Fundo Monetário Internacional (FMI).

Este ano será o terceiro de recessão, e o país afunda em sua pior contração desde a década dos anos 1970.

(Reportagem de Axel Bugge)