Reservatórios sobem, mas ainda não permitem desligar térmicas

terça-feira, 15 de janeiro de 2013 13:14 BRST
 

SÃO PAULO, 15 Jan (Reuters) - Os reservatórios de usinas hidrelétricas da região Nordeste apresentaram uma leve recuperação, subindo de 29,33 por cento no domingo para 29,62 por cento na segunda-feira, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

A região Nordeste vinha sendo a única a apresentar redução do nível das represas, diariamente, depois que reservatórios em outras regiões começaram a dar sinais de recomposição em meados da semana passada.

O nível dos reservatórios em todas regiões, no entanto, ainda está entre os mais baixos dos últimos dez anos e o ONS mantém quase todas as termelétricas disponíveis ligadas para garantir o fornecimento de energia elétrica no país.

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, disse a jornalistas que ainda não é possível desligar térmicas. "Ainda não, tem que aguardar", disse ele nesta terça-feira, ao ser perguntado se a melhora nos reservatórios seria suficiente para desligar as térmicas a diesel, que são as mais caras.

Os reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste continuam subindo e passaram de 29,83 por cento no domingo para 30,43 por cento na segunda-feira. Nesse subsistema, o reservatório de Furnas está com 16,25 por cento de armazenamento, Emborcação com 31,21 por cento e Nova Ponte com 26,83 por cento. Essas três represas são as maiores da região.

No Sul, o nível dos reservatórios subiu de 49,04 para 49,58 por cento, enquanto no Norte o armazenamento passou de 42,04 para 42,47 por cento.

A geração de energia por termelétricas chegou a 11.883 megawatts (MW) médios, um pouco abaixo do valor previsto, e a carga no Sistema Elétrico Nacional (SIN) foi de 60.135 MW médios, também abaixo do estimado, segundo dados do Informativo Preliminar Diário de Operação do ONS referentes à segunda-feira.

A usina nuclear Angra 1 continua inoperante por parada programada para troca da tampa do reator. A termelétrica Uruguaiana (640 MW), a qual o governo pretende ativar, em breve, também ainda não está em operação, segundo os dados referentes à segunda-feira.

(Por Anna Flávia Rochas; Reportagem adicional de Hugo Bachega, em Brasília)

 
Vista da marca d'água no lago da represa hidrelétrica de Furnas em Mina Gerais. Os reservatórios de usinas hidrelétricas da região Nordeste apresentaram uma leve recuperação, subindo de 29,33 por cento no domingo para 29,62 por cento na segunda-feira, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). 14/01/2013 REUTERS/Paulo Whitaker