Estudo da OCDE/OMC estima superávit comercial menor da China com EUA

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 09:59 BRST
 

PARIS, 16 Jan (Reuters) - O superávit comercial da China com os Estados Unidos vai encolher em 25 por cento quando for calculado com base nos dados que os países fornecem sobre bens e serviços que entram em exportação e importação.

A nova estimativa faz parte do ambicioso projeto da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e da Organização Mundial do Comércio (OMC) para tentar apresentar um retrato mais realista dos fluxos comerciais mundiais.

O objetivo é reduzir a pressão protecionista dos países demonstrando que os governos estão dando um tiro no pé se elevarem barreiras aos importados porque eles acabam atingindo seus próprios exportadores e sua competitividade.

"Hoje temos de pensar sobre bens e serviços como 'produzido no mundo', forçando uma mudança radical na postura sobre o fluxo comercial", afirmou Angel Gurria, secretário-geral da OCDE.

(Reportagem de Alan Wheatkey)