Lucro do Goldman Sachs dispara com ganhos de receita e cortes de bônus

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 12:41 BRST
 

16 Jan (Reuters) - O Goldman Sachs divulgou nesta quarta-feira que o lucro do quarto trimestre quase triplicou, impulsionado por receita maior com assessoria financeira e menores despesas com bônus.

O Goldman, quinto maior banco dos Estados Unidos em ativos, divulgou lucro de 2,8 bilhões de dólares, ou 5,60 dólares por ação, ante 978 milhões de dólares, ou 1,84 dólar por papel, no mesmo período do ano anterior.

Analistas em sua maioria previam números muito menores para o banco. Após a divulgação dos resultados, as ações do Goldman exibiam alta de 1,8 por cento antes da abertura da bolsa em Nova York.

Uma parte significativa da alta no lucro do banco veio da melhoria nos valores de mercado de ações e títulos de dívida, bem como aumento dos negócios.

O banco informou que registrou receitas "significativamente maiores" com produtos de crédito e hipotecas. A divisão de investimento e financiamento teve receita de quase 2 bilhões de dólares.

No geral, a receita cresceu em cada uma das linhas de negócios da instituição. No total, a receita subiu 53 por cento, para 9,2 bilhões de dólares, ante 6 bilhões de dólares no quarto trimestre de 2011.

Os resultados do Goldman também foram apoiados por uma drástica queda nas despesas com pagamento de bônus, normalmente o maior custo das companhias de Wall Street.

As despesas com bônus do banco caíram 11 por cento no período e representaram apenas 21 por cento da receita líquida, praticamente metade do que o banco normalmente paga aos funcionários.

(Por Lauren Tara LaCapra)

 
Lucro do Goldman Sachs quase triplica no quarto trimestre e atinge 2,8 bilhões de dólares. Receita cresceu 53 por cento e chegou a 9,2 bilhões de dólares. 18/01/2012 REUTERS/Brendan McDermid