África do Sul supera Índia em oferta de minério de ferro à China

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 07:53 BRST
 

PEQUIM, 21 Jan (Reuters) - A África do Sul superou a Índia e assumiu a terceira posição no ranking de maiores fornecedores de minério de ferro para a China em 2012, enquanto a Austrália fortaleceu sua posição dominante como principal fornecedora do maior consumidor da commodity no mundo.

Dados de alfândefa divulgados nesta segunda-feira mostram que a África do Sul forneceu 40,6 milhões de toneladas de minério de ferro no ano passado, alta 12 por cento em relação a 2011, enquanto as importações chinesas de minério indiano caíram 54,74 por cento, para 33 milhões de toneladas.

Autoridades indianas combateram a extração ilegal de minério de ferro no país, com o Estado de Goa, um dos maiores produtores da commodity, impondo uma ampla restrição a todas as atividades de mineração em outubro passado.

O fornecimento da Índia correspondeu a 10,6 por cento de todas as importações da China em 2011, mas estavam sob restrições à mineração no Estado de Karnataka, maior produtor da Índia.

A participação da Índia no total de importações da China tem estado em declínio há vários anos, caindo de 23 por cento em 2006 para apenas 4,4 por cento no ano passado. O maior beneficiário das medidas de restrição da Índia tem sido a Austrália, maior fornecedor da commodity para o mercado chinês. A Austrália despachou 351,5 milhões de toneladas, ou 47 por cento das importações da China no ano, alta ante a participação de 43 por cento em 2011. A fatia australiana provavelmente vai crescer mais este ano.

"Este ano deve ser o ano em que a Austrália vai ter uma participação maior no mercado global de minério de ferro", disse Graeme Train, analista de commodities no Macquarie, em Xangai.

"O Brasil não verá qualquer crescimento, com a Vale indicando volumes negativos -- a maior parte do crescimento no mercado marítimo virá da Austrália", acrescentou.

No total, a China importou um recorde de 743,6 milhões de toneladas de minério de ferro em 2012, alta de 8,4 por cento no ano.

(Por David Stanway)