Ações asiáticas fecham em queda e índice de Tóquio sofre recuo de 2,08%

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 08:26 BRST
 

TÓQUIO, 23 Jan (Reuters) - As ações asiáticas fecharam em queda nesta quarta-feira em meio à cautela com a temporada de resultados e com as ações de Tóquio caindo para o mínimo de três semanas em resposta a um iene firme.

"Os mercados asiáticos vêm subindo de forma constante e é natural que investidores queiram realizar lucros enquanto a temporada de resultados da região começa em pleno vigor no final deste mês com força total", disse o estrategista sênior da Daiwa Securities, Hirokazu Yuihama.

O índice MSCI de ações da Ásia-Pacífico operavam com variação negativa de 0,08 por cento às 8h08 (horário de Brasília) após atingir uma máxima de 17 meses e meio. O índice subiu quase 30 por cento desde uma mínima atingida em junho de 2012.

O Banco do Japão (banco central) dobrou sua meta de inflação, na terça-feira, para 2 por cento, adotando um compromisso aberto para comprar ativos a partir de 2014.

O dólar caiu 0,6 por cento em relação ao iene, para 88,20 ienes, enquanto o euro recuou 0,7 por cento, para 117,45 ienes.

O fortalecimento da moeda japonesa levou o índice Nikkei da bolsa de Tóquio para uma queda de 2,08 por cento.

A bolsa de Hong Kong caiu 0,10 por cento. As ações de Xangai subiram 0,25 por cento, avançando após uma máxima de sete meses e meio.

As ações australianas fecharam em alta de 0,18 por cento, em seu maior nível em quase 21 meses após as ações da mineradora BHP Billiton subirem reflexo do crescimento na produção trimestral de minério de ferro.

O índice de Seul encerrou em baixa de 0,81 por cento. O mercado recuou 0,19 por cento em Taiwan, enquanto o índice referencial de Cingapura avançou 0,35 por cento.

(Por Chikako Mogi)