Onda de calor na Austrália afeta cinturão de trigo antes do plantio

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 11:54 BRST
 

CINGAPURA/SYDNEY, 23 Jan (Reuters) - A pior onda de calor já registrada na Austrália está ressecando fortemente o cinturão de grãos, potencialmente prejudicando as perspectivas de plantio de trigo do segundo maior exportador mundial neste ano e agravando temores sobre estoques globais em meio a uma implacável seca nos EUA.

A temporada de plantio do trigo na Austrália ainda deve demorar pelo menos dois meses, mas as temperaturas acima dos 40 graus Celsius já retiraram grande parte da tão necessária umidade do solo, dizem analistas e traders.

Um declínio na produção australiana do trigo pelo segundo ano consecutivo pode causar uma alta nos preços referência do cereal na Bolsa de Chicago, que saltaram para uma máxima de um mês na terça-feira por expectativas de que a seca irá diminuir os rendimentos da safra de trigo de inverno dos Estados Unidos, maior exportador mundial.

O cinturão de grãos da Austrália inclui a maior parte dos Estados, excluindo a região norte. Austrália Ocidental e New South Wales são os maiores produtores de trigo.

(Reportagem de Naveen Thukral e Colin Packham)