Brasil e Rússia impulsionam vendas da fabricante da Nivea em 2012

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 10:17 BRST
 

FRANKFURT, 24 Jan (Reuters) - As vendas de cosméticos da marca Nivea em mercados emergentes como Brasil e Rússia ajudaram o grupo alemão Beiersdorf a compensar a fraqueza na Europa e registrar alta de 4,7 por cento nas vendas anuais.

Mercados emergentes representam um terreno importante para fabricantes europeias de produtos de higiene pessoal e limpeza doméstica, buscando compensar o hesitante crescimento em seus mercados de origem.

A companhia não divulgou as vendas isoladamente por regiões, afirmando que as vendas na unidade de consumo caíram na Europa ocidental, comparadas a forte crescimento na América Latina, Polônia, Rússia e na região da África/Ásia/Austrália.

As vendas em 2012 somaram 6,04 bilhões de euros (8 bilhões de dólares), em linha com a previsão de 6,03 bilhões em pesquisa da Reuters. A divisão de consumo, que responde por 84 por cento das vendas, teve crescimento de 4,9 por cento.

A empresa elevou a previsão de vendas duas vezes em cinco semanas no final do ano passado, conforme a estratégia de focar em novos produtos e mercados surtia resultados mais rápidos que o esperado.

O grupo alemão apresentará os resultados consolidados para 2012 em 5 de março, quando também deve divulgar as estimativas para este ano.

(Por Victoria Bryan)