Embraer faz acordo de US$4 bi com Republic e ação dispara

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 16:49 BRST
 

Por Brad Haynes

SÃO PAULO, 24 Jan (Reuters) - A Embraer selou nesta quinta-feira um acordo de até 4 bilhões de dólares para fornecer jatos à rede regional da American Airlines, motivando alta expressiva de suas ações com a esperança de que a fabricante conseguirá manter seus níveis de produção de aeronaves comerciais.

A Embraer e a norte-americana Republic Airways assinaram um contrato por 47 aviões modelo 175, com opções de compra de outras 47 aeronaves. Os novos jatos serão operados pela Republic sob a bandeira American Eagle da AMR.

A encomenda dá um alívio à carteira de pedidos (backlog) da fabricante brasileira, depois que a Embraer perdeu o primeiro grande contrato de uma companhia aérea norte-americana após acordos trabalhistas permitindo que elas operem aviões regionais maiores.

Em dezembro, a rival canadense Bombardier fechou com a Delta Air Lines um pedido de até 3,29 bilhões de dólares.

E a batalha por novas encomendas de grande porte nos Estados Unidos está apenas começando, de acordo com o presidente da divisão de aviação comercial da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva.

"A American ainda deve comprar mais aviões desse tamanho (de 76 passageiros). Temos aí a American, a United, a US Airways e as empresas regionais também", disse ele em entrevista à Reuters por telefone. "Eu continuo confiando que nos próximos 18 meses essas campanhas (de vendas) vão ser definidas com ordens de 250 a 400 aviões, aproximadamente."

As ações da Embraer chegaram a saltar quase 12 por cento na máxima dos negócios na Bovespa, no maior ganho diário em quase quatro anos. Às 16h47, a alta era de 7,59 por cento.

A venda da Embraer à Republic Airways depende da aprovação do tribunal de recuperação judicial da American Airlines, o que está previsto para ocorrer até o fim de março.   Continuação...

 
Modelos de jatos comerciais da Embraer 175, 145 XR e 170 (de cima para baixo) estacionados em hangar na fábrica de Gavião Peixoto, São Paulo, em janeiro de 2008. A Embraer anunciou que assinou acordo com a Republic Airways para a venda de até 47 jatos modelo 175. A operação inclui ainda opções de compra para 47 aviões adicionais, o que pode levar o valor do negócio para cerca de 4 bilhões de dólares no total. 18/01/2008 REUTERS/Rickey Rogers