Ação da Bombardier cai após grande pedido por jatos da Embraer

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 16:38 BRST
 

24 Jan (Reuters) - A ação da Bombardier caía nesta quinta-feira após o anúncio de que a fabricante rival de aeronaves Embraer anunciou uma grande encomenda de jatos regionais nos Estados Unidos, tradicionalmente forte para a Bombardier.

A Embraer firmou acordo avaliado em até 4 bilhões de dólares para fornecer jatos regionais para a rede regional da American Airlines.

A Embraer e a Republic Airways assinaram um contrato por 47 jatos E-175, com uma opção de adquirir mais 47 aeronaves. As novas aeronaves serão operadas pela Republic sob a marca American Eagle, da AMR.

Embora não conseguir o contrato seja decepcionante para a canadense Bombardier, a Republic e a Embraer têm um longo histórico de cooperação, dificultando para a Bombardier bater a concorrente, disse o analista Chris Murray, do PI Financial.

"Não é como se não houvesse outras encomendas que esperamos ver fora dos EUA", disse ele.

Outras aéreas norte-americanas que podem renovar suas frotas regionais no curto a médio prazo são a United Continental e U.S. Airways. Um executivo sênior da Embraer disse à Reuters que a companhia espera mais demanda da American Airlines mesmo após o pedido da Republic.

A ação da Bombardier chegou a cair 2 por cento na bolsa de valores de Toronto nesta quinta-feira. Às 16h05 (horário de Brasília), o papel recuava 1,2 por cento, para 4,08 dólares canadenses, num dia de mercado em alta.

(Reportagem de Nicole Mordant)

 
Visitantes observam instalação de cabine da fabricante de aviões Bombardier durante exposição em Xangai, em novembro. A ação da empresa caía nesta quinta-feira após o anúncio de que a fabricante rival de aeronaves Embraer anunciou uma grande encomenda de jatos regionais nos Estados Unidos, tradicionalmente forte para a Bombardier. 13/11/2012 REUTERS/Bobby Yip