Altas em receita e clientes da AT&T superam previsões

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 20:19 BRST
 

NOVA YORK, 24 Jan (Reuters) - A receita da AT&T avançou mais rápido do que o esperado no quarto trimestre e a companhia acrescentou mais assinantes devido a fortes vendas de smartphones como o iPhone, da Apple, levando sua ação a uma alta de 1 por cento no after-market.

A segunda maior operadora de telefonia móvel dos Estados Unidos informou nesta quinta-feira que sua base de assinantes cresceu em 780 mil clientes no trimestre, comparável à expectativa média de 699,2 mil de 10 analistas. A maior parte das estimativas era de 700 mil ou mais, mas a menor apontava crescimento de 475 mil.

Enquanto a venda de 8,6 milhões de iPhones pela AT&T no trimestre ajudou os dados de clientes da operadora, também prejudicou o lucro, já que a AT&T paga à Apple um grande subsídio por cada iPhone que vende para, em troca, oferecer um desconto a clientes que se comprometerem com contratos.

A margem de lucro com o serviço móvel da AT&T baseada no lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de 29,1 por cento, frente à expectativa média de 31,29 por cento de acordo com dez analistas questionados pela Reuters.

A companhia afirmou esperar alta na receita de mais de 2 por cento em 2013, baseando-se em força no segmento móvel e em suas operações com consumidores com conexão fixa.

Além disso a AT&T espera investir cerca de 21 bilhões de dólares no acumulado do ano de 2013.

"As perspectivas foram boas mas não dramaticamente boas", disse o analista Todd Rethemeier, do Hudson Square Research.

O prejuízo da AT&T no quarto trimestre ficou em 3,86 bilhões de dólares ou 0,68 dólar por ação, frente a prejuízo de 6,68 bilhões de dólares ou 1,12 dólar por ação no mesmo período no ano anterior, quando assumiu grandes encargos, incluindo os gastos de rescisão de contrato em sua compra mal-sucedida da T-Mobile USA, uma unidade da Deutsche Telekom.

A receita avançou para 32,58 bilhões de dólares ante 32,5 bilhões de dólares, comparável às expectativas de Wall Street de 32,2 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.   Continuação...