Governo adia leilão de trechos da BR-040 e BR-116

sábado, 26 de janeiro de 2013 13:27 BRST
 

BRASÍLIA, 25 Jan (Reuters) - O governo adiou o leilão de concessão de trechos das estradas BR-040 e BR-116 que estava marcado para 30 de janeiro, a pedido de empresas interessadas, que queriam mais prazo, informou nesta sexta-feira o Ministério dos Transportes.

Segundo a assessoria de imprensa da pasta, uma nova data ainda será anunciada, mas o leilão ocorrerá em breve.

O Ministério disse que um dos motivos que levou ao adiamento foi a mudança de cenário proporcionada pelo anúncio feito nesta sexta-feira pelo governo federal ampliando as possibilidades de financiamento do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para incluir projetos de infraestrutura.

O financiamento virá da parcela de 15 bilhões de reais de recursos próprios do sistema bancário.

Até então, esse dinheiro estava limitado apenas ao financiamento de aquisição de bens capital e inovação tecnológica, mas com a mudança poderá viabilizar projetos do programa de investimentos em logística do governo federal.

Está suspensa automaticamente a entrega de propostas para os leilões, que pelo cronograma original deveria ocorrer na próxima segunda-feira na BM&F Bovespa em São Paulo.

O leilão será o primeiro da safra de concessões que integram o programa voltado para rodovias e ferrovias lançado pelo governo em agosto.

O trecho da BR-040 a ser concedido vai de Brasília, no entroncamento com a BR-251, e se estende até Juiz de Fora (MG). A extensão total dessa rodovia no lote é de 936,8 quilômetros.

Já o trecho da BR-116 vai da divisa entre Bahia e Minas Gerais até a divisa de Minas com o Rio de Janeiro. A extensão total é de 816,7 quilômetros.

(Reportagem de Leonardo Goy)

 
Veículos trafegam por uma estrada próximo à cidade de Marabá. O governo adiou o leilão de concessão de trechos das estradas BR-040 e BR-116 que estava marcado para 30 de janeiro, a pedido de empresas interessadas, que queriam mais prazo. 16/08/2009 REUTERS/Paulo Santos