Membro do BC chinês diz que iuan está próximo do equilíbrio

domingo, 27 de janeiro de 2013 15:57 BRST
 

PEQUIM, 27 Jan (Reuters) - A moeda chinesa está sendo negociada em um nível "relativamente próximo" do equilíbrio frente ao dólar norte-americano, disse uma autoridade sênior do banco central do país à agência de notícias estatal Xinhua, citando a desaceleração no crescimento das imensas reservas estrangeiras da China como evidência de que o iuan está aproximando-se da harmonia.

O iuan perdeu importância como uma fonte de atrito política e diplomático no ano passado, embora o candidato à presidência dos Estados Unidos Mitt Romney tenha ameaçado impor tarifas caso fosse eleito, com o objetivo de compensar o que avaliou como uma persistente desvalorização.

As reservas estrangeiras chinesas cresceram em seu menor ritmo em cinco anos em 2012 --um sinal de que o valor está próximo do equilíbrio, disse o vice-presidente do banco central, Yi Gang, à Xinhua durante o fórum em Davos na Suíça.

"Isso significa que o banco central não tem de intervir no mercado em larga escala, e o ritmo mais lento de crescimento em nossa reserva de moeda estrangeira é algo bom", disse ele.

Yi também disse que a promoção do governo chinês da internacionalização do iuan está em andamento, embora muitos observadores afirmem duvidar de que a divisa pode ser usada como uma importante moeda de reserva dada as atuais restrições contábeis da China.

"O que estamos fazendo agora não é nada mais do que remover a discriminação contra o renminbi (nome oficial da moeda chinesa) e permitindo que ele aja como outras moedas de reserva", disse Yi à Xinhua, acrescentando que o ritmo da adoção dependerá do mercado.

"Eu ficaria satisfeito em ver que as pessoas têm mais confiança no renminbi e o escolhem em vez de outras moedas graças a um mercado mais sofisticado, melhor implementação da política monetária chinesa, estabilidade macroeconômica da China e estabilidade social, e maior força da lei", acrescentou.

Analistas indicaram movimentos bidirecionais na negociação diária do iuan como um sinal de que a divisa está próxima de seu valor justo.

Por muitos anos, após a China desatrelar o iuan do dólar em 2005 e instituir uma banda de negociações, a moeda apreciou regularmente. A divisa foi temporariamente e não oficialmente atrelada mais uma vez ao dólar no início do terceiro trimestre de 2008 para ajudar a afastar a iminente crise financeira mundial.

(Reportagem de Lucy Hornby)

 
Um funcionário de banco conta notas de iuan em Hauaibei, na província de Anhui, China. A moeda chinesa está sendo negociada em um nível "relativamente próximo" do equilíbrio frente ao dólar norte-americano, disse uma autoridade sênior do banco central do país à agência de notícias estatal Xinhua, citando a desaceleração no crescimento das imensas reservas estrangeiras da China como evidência de que o iuan está aproximando-se da harmonia. 8/06/2012 REUTERS/Stringer