Empréstimos na zona do euro caem pelo 8o mês

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 10:13 BRST
 

FRANKFURT, 28 Jan (Reuters) - Os empréstimos às famílias e às empresas da zona do euro diminuíram pelo oitavo mês em dezembro, mostrando que os juros reduzidos tê tido pouco sucesso em reanimar o investimento e os gastos

Os empréstimos ao setor privado caíram 0,7 por cento em relação ao mesmo mês do ano anterior, revelaram dados do Banco Central Europeu (BCE), em linha com a previsão em uma pesquisa da Reuters com economistas.

O fluxo mensal de empréstimos a sociedades não financeiras caiu 22 bilhões de euros em dezembro após recuar 7 bilhões de euros em novembro. O fluxo mensal de empréstimos às famílias teve redução de 3 bilhões de euros em dezembro, após crescer 6 bilhões de euros no mês anterior.

Os recursos mais baratos que o BCE está injetando no sistema monetário ainda não estão atingindo famílias e empresas de forma uniforme em toda a zona do euro, com alguns países lutando para levar suas economias de volta aos trilhos.

Dados detalhados por país mostraram que o empréstimo ao setor privado na Espanha caiu 22 bilhões de euros, a maior queda mensal desde julho. Em Portugal, os empréstimos ao setor privado caíram 2,6 bilhões, a maior queda em um ano.

"Embora a liquidez dos bancos da zona do euro tenha melhorado em 2012, está claro que teve pouco efeito no aumento do empréstimo ao setor privado", disse Howard Archer, economista do IHS Global Insight.

(Reportagem de Paul Carrel)