Opep não vê necessidade de corte adicional da produção de óleo

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 14:29 BRST
 

LONDRES, 28 Jan (Reuters) - O mercado mundial de petróleo deverá permanecer bem abastecido em 2013 e a Opep não precisa cortar novamente sua produção, disse nesta segunda-feira o secretário-geral da organização, Abdullah al-Badri.

A extração da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) caiu em dezembro para o seu menor patamar em mais de um ano quando o maior produtor, a Arábia Saudita, cortou parte de sua produção deixando o volume total da Opep mais próximo da meta do grupo de 30 milhões de barris por dia (bpd).

"Há uma melhoria na economia mundial, mas alguns países ainda enfrentam dificuldades", disse Badri a repórteres em uma conferência sobre petróleo, questionado sobre a necessidade da Opep reduzir ainda mais a produção.

"Nós não queremos reduzir a produção de alguns países, os principais países estão tendo dificuldades com suas economias."

Um mês antes, a Opep deixou a sua política de produção inalterada em uma reunião em Viena. Badri indicou que estava feliz com a situação do mercado e disse na conferência da Opep que não prevê uma queda de preços.

"Olhando para 2013, o mercado deverá permanecer bem abastecido para atender ao crescimento da demanda esperada."

"A menos que algo dramático aconteça, 2013 será uma repetição de 2012."

A Opep tem uma meta de produção coletiva de 30 milhões de barris por dia e não há cotas individuais para os membros.