Posco tem queda de 51% no lucro do 4o tri, prevê vendas 10% menores

terça-feira, 29 de janeiro de 2013 08:25 BRST
 

SEUL (Reuters) - A Posco, quinta maior siderúrgica do mundo em produção, teve queda de 51 por cento lucro operacional trimestral diante de demanda e preços menores, apesar da matéria-prima mais barata beneficiada pela moeda local valorizada.

A siderúrgica sul-coreana previu nesta terça-feira que as vendas de 2013 podem cair 10 por cento, para 32 trilhões de wons (29,3 bilhões de dólares), mas disse que aumentará o investimento em 11 por cento, para 4 trilhões de wons neste ano para se manter competitiva.

A Posco, apoiada pelo bilionário Warren Buffett, viu o lucro operacional de outubro a dezembro despencar 51 por cento, para 379 bilhões de wons (346,7 milhões de dólares). O resultado não reflete o desempenho de afiliadas de um ano antes e veio abaixo da previsão consensual do mercado, de ganho de 490 bilhões de wons.

As vendas do quarto trimestre caíram 20 por cento, para 8,07 trilhões de wons, ante estimativa de analistas consultados pela Reuters de 8,35 trilhões.

A Posco tem registrado margens maiores em relação às concorrentes ArcelorMittal e Nippon Steel & Sumitomo Metal, beneficiada pela posição de liderança no mercado sul-coreano e eficiência de custo.

"A corrida global pela sobrevivência será mais acirrada neste ano", afirmou o presidente-executivo da Posco, Chung Joon-yang, prevendo que a economia continuará instável a apesar da recuperação moderada na China e Estados Unidos.