Lucros das maiores siderúrgicas da China despencam 98% em 2012

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 14:58 BRST
 

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - Os lucros das maiores siderúrgicas chinesas caíram 98 por cento em 2012, atingidos por crescimento econômico mais lento que afetou a demanda do maior consumidor de aço do mundo, informou nesta quinta-feira a Associação de Ferro e Aço da China (Cisa).

A entidade, contudo, reiterou uma previsão de desempenho levemente melhor para este ano.

Em comunicado, a associação do setor disse que os lucros de 2012 registrados por seus membros, que incluem mais de 70 grandes usinas siderúrgicas, caiu para 1,6 bilhão de iuans (257,2 milhões de dólares).

As maiores empresas correspondem a 80 por cento da produção total de aço da China, que também é a maior produtora mundial do insumo.

Algumas siderúrgicas chinesas sofreram grandes perdas no ano passado, em um momento no qual o crescimento mais fraco da demanda e uma rápida queda nos preços do aço prejudicam os negócios.

Mais cedo neste mês, a Baosteel, maior siderúrgica chinesa com ações em bolsa, divulgou seu lucro operacional de 2012 antes de eventos não recorrentes provavelmente mostrará uma queda de 33 por cento, para 6,2 bilhões de iuans.

A Cisa informou que espera um cenário melhor para este ano, apesar da expectativa ser temperada por excesso de estoques, custos elevados com matéria-prima e uma provável lentidão na recuperação do consumo.

A entidade afirmou anteriormente que espera que a demanda chinesa por aço cresça 3,1 por cento em 2013. Enquanto isso, uma pesquisa da Reuters estimou que a produção de aço da China vai subir para 749 milhões de toneladas este ano, alta de 4,5 por cento sobre 2012.