Estados Unidos desafiam compra do Grupo Modelo por AB-Inbev

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 16:25 BRST
 

Por Diane Bartz

WASHINGTON, 31 Jan (Reuters) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos registrou um processo legal que busca impedir que a Anheuser-Busch InBev compre a metade da cervejaria mexicana Grupo Modelo que ainda não controla, afirmando que o acordo de 20,1 bilhões de dólares reduziria a competição no mercado norte-americano de cervejas.

A ação da AB InBev chegou a despencar 8 por cento para a mínima em três meses e teve a pior performance no índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis europeus.

A ação da cervejaria mexicana Grupo Modelo chegou a recuar para a mínima em sete meses, com queda de 9,5 por cento para 105 pesos na bolsa de valores do México.

A InBev disse em comunicado que a decisão do Departamento de Justiça de processar para interromper a operação é "inconsistente com a lei, os fatos e a realidade do mercado".

"Permanecemos confiantes de nossa posição, e pretendemos contestar vigorosamente a ação do Departamento de Justiça em corte federal", disse o comunicado.

A companhia disse, no entanto, que não espera mais que um acordo seja fechado no primeiro trimestre.

Em vez de disputar com o Departamento de Justiça em tribunal, sustentando a operação durante uma luta de meses, as companhias também poderiam resolver a questão. Ou as empresas poderiam decidir descartar a transação.

A InBev, que comprou a Anheuser Busch em 2008, era de longe a maior cervejaria dos EUA, com 47 por cento do mercado de cervejas norte-americano, ao dar início ao acordo envolvendo a Modelo. A companhia detém 200 marcas de cerveja, de acordo com a queixa do Departamento de Justiça.