Dólar fecha janeiro abaixo de R$2 e mercado vê piso em R$1,95

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 18:57 BRST
 

Por Walter Brandimarte

RIO DE JANEIRO, 31 Jan (Reuters) - O dólar fechou praticamente estável ante o real nesta quinta-feira, após despencar 2,83 por cento desde o início do mês e romper nesta semana o nível de 2 reais, até então considerado o piso de uma banda informal imposta pelo governo.

A moeda norte-americana encerrou a última sessão de janeiro em 1,990 real na venda, com uma oscilação positiva de 0,05 por cento em relação ao fechamento anterior. Foi o segundo mês consecutivo de queda --em dezembro, o dólar recuou quase 4 por cento ante o real.

Analistas acreditam que a divisa norte-americana continuará em níveis mais baixos pelo menos durante o primeiro trimestre, período de maior pressão inflacionária em que o governo poderia usar um real mais forte para ancorar as expectativas de inflação.

Segundo fonte do Ministério da Fazenda, no entanto, a queda do dólar é parte de uma política que visa a baratear o custo de bens de capital importados para estimular investimentos no país --e não um instrumento de combate à inflação.

Por uma razão ou outra, o mercado entendeu que a banda informal de 2,0 a 2,10 reais por dólar que vigorou no país desde o início de julho foi deslocada para baixo, com o novo piso em torno de 1,95 real.

"O Banco Central tem comunicado seu desconforto crescente com o nível atual de inflação e com as perspectivas de crescimento. Por isso, nós esperamos que as intervenções no câmbio continuem acima de 2,10 reais e abaixo de 1,95 real", escreveram em relatório os economistas do Bank of America Merrill Lynch.