BBVA tem queda de 44% no lucro de 2012 após provisão

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 08:04 BRST
 

MADRI (Reuters) - O BBVA teve queda de 44 por cento no lucro de 2012 após impacto de uma grande provisão relacionada a ativos imobiliários espanhóis tóxicos. O recuo não foi maior porque a instituição registrou receita maior em países emergentes, o que ajudou o banco a ter resultado melhor do que concorrentes menores.

O governo espanhol forçou uma limpeza nos bancos do país no ano passado, após o estouro da bolha imobiliária em 2008; essa reorganização levou a grandes provisões contra ativos podres, que obrigaram os bancos mais fracos a pedir resgate ao Estado.

O lucro do BBVA praticamente inexistiu no quarto trimestre após 9,5 bilhões de euros em provisões, mas no ano o banco teve um ganho de 1,67 bilhão, em linha com a previsão de analistas.

O banco anunciou nesta sexta-feira a venda de sua participação em um fundo de pensão mexicano à Metlife, o que rendeu um ganho de capital de 500 milhões de dólares.

O BBVA informou ainda que prevê manter dividendo em 2013, com um possível aumento em 2014 e que iniciou devolução de créditos de longo prazo concedidos pelo Banco Central Europeu.