February 4, 2013 / 3:29 PM / 4 years ago

ENTREVISTA-Refinaria de açúcar de Dubai quer dragagem do porto de Santos

2 Min, DE LEITURA

Por David Brough

DUBAI, 4 Fev (Reuters) - A Al Khaleej Sugar, operadora da refinaria de açúcar de Dubai, está pedindo às autoridades portuárias de Santos, no Brasil, para avançar com obras de dragagem a fim de facilitar o acesso de navios maiores.

Jamal Al Ghurair, diretor da Al Khaleej Sugar, disse à Reuters que a conclusão da dragagem, aprofundando o calado a 15 metros, deve permitir que embarcações maiores carreguem maiores quantidades de açúcar a granel, reduzindo os custos.

"Nós estamos tentando fazer com que os brasileiros atinjam um calado de 15 metros. Pelos últimos oito anos, as autoridades portuárias estão prometendo, 'No ano que vem, no ano que vem, vamos fazer', mas não aconteceu até agora", disse Ghurair em uma entrevista.

"Nós queremos melhores índices de carregamento. Nós queremos melhores capacidades de armazenamento no porto."

Segundo Ghurair, seu objetivo ao pressionar as autoridades portuárias é reduzir seus custos de frete por tonelada.

Santos é o maior porto da América Latina, e o maior porto de açúcar do Brasil.

A Al Khaleej envia açúcar brasileiro para a refinaria Dubai e tem um acordo de longo prazo com a cooperativa Copersucar.

De tempos em tempos, a Al Khaleej Sugar envia açúcar do Brasil para outros destinos.

O terminal da Copersucar no porto de Santos tem um calado de 12,2 metros.

A refinaria de açúcar Dubai, uma das maiores do mundo, tem uma capacidade de produção de cerca de 6 mil toneladas por dia.

A Al Khaleej Sugar exporta para cerca de 40 países.

A refinaria Dubai não tem planos imediatos de expansão, disse Ghurair.

Ele disse que acredita que cerca de 300 mil toneladas de açúcar estavam sendo mantidas atualmente na refinaria.

A Al Khaleej Sugar estuda a possibilidade de solicitar o direito de entregar a commodity atrelada à bolsa ICE, de Nova York, acrescentou.

"Ainda não decidimos, então não é fácil para eu esclarecer por que deveria ser de um jeito ou de outro. Ainda é prematuro neste estágio."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below