PMI de serviços da China atinge máxima de quatro meses

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 07:12 BRST
 

PEQUIM, 5 Fev (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China atingiu uma máxima de quatro meses em janeiro, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), uma vez que um clima melhor entre as empresas aumentou o número de negócios e levou a confiança corporativa a uma máxima de oito meses.

O PMI do HSBC subiu para 54 em janeiro, ante 51,7 em dezembro, permanecendo confortavelmente acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

A leitura ampliou as evidências de que a segunda maior economia do mundo está se recuperando gradualmente, com analistas esperando que o crescimento econômico da China avance para 8,1 por cento neste ano, ante mínima em 13 anos de 7,8 por cento em 2012.

O índice de expectativa empresarial subiu para o maior nível desde maio de 2012, a 64,4. Quase um terço das empresas consultadas disseram esperar expansão dos negócios em um ano.

"A recuperação do crescimento da China está agora mais firme", disse o economista do HSBC Qu Hongbin. "Sólidos ganhos de empregos somados a expectativas empresariais mais altas dão um bom prognóstico para uma melhora do crescimento do setor de serviços."

O setor de serviços respondeu por até 46 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) da China em 2012, tanto quanto a indústria e acima dos 17 por cento vistos em 1990.

(Reportagem de Koh Gui Qing)