Zona do euro precisa garantir moeda estável, diz Hollande

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 09:48 BRST
 

ESTRASBURGO, França, 5 Fev (Reuters) - O presidente francês, François Hollande, pediu à zona do euro nesta terça-feira que desenvolva uma política cambial para proteger a moeda de "movimentos irracionais".

As declarações foram dadas em meio a uma crescente preocupação dentro de seu governo socialista de que o euro, agora em torno de 1,35 dólar, esteja forte demais e possa afetar os exportadores do país e portanto o crescimento econômico.

Hollande afirmou que as reformas de competitividade sendo realizadas em muitos países da zona do euro, incluindo a França, correm o risco de ser prejudicadas pela taxa cambial do euro com parceiros comerciais importantes, mas evitou pedir metas cambiais.

"A Europa... está deixando o euro vulnerável a movimentos irracionais em uma direção ou outra", disse ele em seu primeiro discurso como presidente ao Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

"Uma zona monetária precisa ter uma política de taxa cambial ou acabará ficando sujeita a um câmbio que não casa com o estado real de sua economia."

Hollande afirmou que o Banco Central Europeu (BCE) deve continuar independente e pediu uma reforma do sistema monetário internacional para proteger melhor os interesses econômicos europeus. Ele não detalhou quais reformas tem em mente.

(Reportagem de Mark John)