Obama pede que Congresso alivie cortes orçamentários e reduza déficit

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 16:53 BRST
 

WASHINGTON, 5 Fev (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta terça-feira que o Congresso evite profundos cortes de gastos, com a adoção de uma solução provisória, e disse que está comprometido com a redução do déficit do país para níveis administráveis no longo prazo.

Obama disse que a incerteza sobre amplos cortes pressionou o crescimento econômico e tem o potencial de causar mais danos.

Uma rodada de profundos cortes passará a valer em 1o de março a menos que o Congresso aja, e o presidente fez um apelo para que parlamentares aprovem uma medida modesta que amorteça o impacto das reduções por vários meses, dando tempo para a produção de um pacote mais amplo para lidar com o déficit.

Obama disse que permanece comprometido com a implementação de redução de déficit de 4 trilhões de dólares, vista como necessária para deixar a economia do país sob controle. Mas ele insistiu que a redução de déficit deve decorrer, em parte, de reformas tributárias.

(Reportagem de Mark Felsenthal)